A Utilização da Calculadora em Sala de Aula

Calculadora em Sala de Aula: Vilã ou Coadjuvante?


calculadoraPara falar sobre o uso das novas tecnologias no ensino da Matemática é preciso pensar sobre o que esperamos delas em nossas práticas pedagógicas. A utilização da informática, computadores e calculadoras em sala de aula, aliada ao processo de ensino e aprendizagem, podem transformar esses recursos em máquinas de ensinar e aprender Matemática.

O uso das novas tecnologias no ensino da matemática exigirá dos professores a releitura crítica de suas práticas. Sem essa releitura, o uso das novas tecnologias terá consequências mais devastadoras do que construtivas. (MATHIAS, 2008, p.6)

Este texto busca apresentar uma breve reflexão sobre a utilização da calculadora em sala de aula, assim como a compreensão dos aspectos positivos e negativos dessa prática, a qual ainda é motivo de muita divergência entre alunos e professores.  Tentaremos entender como este aparelho tão utilizado em nosso cotidiano pode ser um aliado do professor na busca pelo despertar de habilidades e competências em nossos alunos.

Sempre que nós professores falamos da utilização de calculadora em sala de aula, surge em nossos pensamentos uma série de ideias carregadas de preconceitos e opiniões equivocadas, talvez fruto de uma formação inicial tradicionalista, desconectada da ideia de tecnologia aliada à pratica pedagógica e de um paradigma que se perpetua até hoje.

Neste ponto de vista é comum o pensamento de que a utilização deste aparelho leva o aluno à dependência deste recurso e pode acarretar uma espécie de preguiça mental, ocasionada pela falta do processo de armar e efetuar a conta, impedindo também o aluno de desenvolver habilidades de realizar cálculos mentais.

Ao nos debruçarmos sobre as ideias de Ubiratan D’Ambrósio, Carlos Eduardo Mathias (UFF)  e Tatiana Testoni Coelho, percebemos que lançam uma luz e propõem um novo olhar sobre esta questão tão controversa entre professores e alunos. Eles apontam para a possibilidade de inclusão da calculadora no cotidiano escolar e reconhecem este aparelho como um instrumento de cálculo e de investigação.

Se estamos preparando nossos alunos para a vida, para que ele seja introduzido no mercado de trabalho, é primordial que ele saiba utilizar a calculadora e que a escola a empregue de forma prática e eficaz.(Tatiana, 2013)

Através das atividades propostas abaixo podemos evidenciar o potencial pedagógico deste recurso tão presente no cotidiano das pessoas.  De acordo com os PCN’s (Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática) a utilização da calculadora auxilia o aluno na habilidade e no treino do cálculo mental, além de permitir a resolução de problemas reais, presentes em nosso cotidiano.

Parece contraditório que por um lado a utilização da calculadora na prática pedagógica seja um motivo de discordância e por outro exista um consentimento comum de que este instrumento faça parte do cotidiano  das pessoas fora da escola. É preciso que a escola e o professor estejam afinados com o mundo no qual estamos inseridos e não persistam em ignorar a existência das novas tecnologias e sua relação com as nossas práticas diárias.

Silas Fernandes


ATIVIDADE PROPOSTA 

O objetivo das atividades propostas consiste na exploração das operações de adição e subtração aliadas a uma metodologia de resolução de problemas, com a utilização da calculadora. Para realização das referidas atividades será necessário que os alunos compreendam o funcionamento do aparelho e como se processam as operações efetuadas para chegar aos resultados.

Problemas:

  1. Tecle [ + ] 2 [ = ] [ = ] [ = ]… Pare quando aparecer o número 50. Quantas vezes foram apertadas a tecla?
  2. Para obter o número 100, quantas vezes você deve teclar [ = ] ?
  3. Agora vamos fazer diferente, tecle [ + ] 2 [ = ] [ = ] [ = ]… Pare quando aparecer o número 100. Quantas vezes foi apertada a tecla [ = ]?
  4. Vamos contar de 5 em 5. Tecle [ + ] 5 [ = ] [ = ] [ = ]… Quantas vezes deve ser teclada a tecla [ = ] para aparecer o número 100
  5. Vamos contar de 10 em 10. Tecle [ + ] 10 [ = ] [ = ] [ = ]… Quantas vezes deve ser apertada a tecla [ = ] para aparecer o número 1000?
  6. Tecle 5 [ + ] 1 [ = ] [ = ] [ = ]… Pare quando aparecer o número 13. Quantas vezes foi apertada a tecla [ = ]?
  7. Agora comece com o número 25, 25 [ + ] 1 [ = ] [ = ] [ = ]… Pare quando alcançar 35. Quantas vezes você apertou a tecla [ = ]?
  8. Vamos contar de trás para frente. Partindo do número 10, tecle 10 [ – ] 1 [ = ] [ = ] [ = ]… Pare quando aparecer 0. Quantas vezes você teclou [ = ]?
  9. Agora comece com o número 45, 45 [ – ] 1 [ = ] [ = ] [ = ]… Pare quando alcançar 35. Quantas vezes você apertou a tecla [ = ]?
  10. Contando para trás de 5 em 5. Comece com 30 e pare quando aparecer 0. 30 [ – ] 5 [ = ] [ = ] [ = ]… Quantas vezes você apertou a tecla [ = ]?
  11. Para contar de 5 até 31 de 2 em 2, você tecla na calculadora 5 [ + ] 2 [ = ] [ = ]  [ = ]… Quantas vezes você apertou a tecla [ = ]? Verifique a sua resposta na calculadora: (a sua resposta [ x ] 2 [ + ] 5 [ = ]. Deve aparecer na calculadora o número 31).
  12. Para contar de 7 até 49 de 3 em 3, você tecla na calculadora 7 [ + ] 3 [ = ] [ = ] [ = ]… Quantas vezes foi apertada a tecla [ = ]? Verifique a sua resposta na calculadora: (a sua resposta [ x ] 3 [ + ] 7 [ = ]. Deve aparecer o número 49).

REFERÊNCIAS

  • D’Ambrosio, Ubiratan. O Uso da Calculadora. Sociedade Brasileira de Educação Matemática (SBEM), junho 2003.
  • MATHIAS, C. E. M. Informática no Ensino da Matemática: repensando práticas. Volume 1 – UFF/UAB/MEC, 2008.
  • COELHO, Tatiana T. Calculadora em Sala de Aula: Vilã ou Coadjuvante?. Disponível em http://www.pedagogia.com.br/artigos/calculadora/. Acesso em 20/05/2013.
  • FERNANDES, S.E. Uma proposta prática utilizando o software Geogebra 5.0 e materiais manipuláveis no estudo da Geometria Esférica. Novas Tecnologias no Ensino de Matemática. Duque de Caxias: UFF, 2015.
  • BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília, SEF,1997.
Anúncios

Tags:, , , , ,

About Silas Fernandes

Possui formação em Matemática e Novas Tecnologias. É Prof. da rede pública do Estado da Bahia. Administra o Blog TeMatemática, no qual compartilha suas inquietudes e vivências sobre o ensino e aprendizagem da Matemática.

One response to “A Utilização da Calculadora em Sala de Aula”

  1. Paulina says :

    É importante que o aluno saiba usar esta ferramenta, uma vez que estamos preparando o mesmo para a vida

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: